top of page

11ª Conferência Municipal de Saúde de Gravatá apresenta prioridades escolhidas pela população


Com o tema “Gravatá garantindo direitos e defendendo o SUS, a vida e a democracia - amanhã vai ser outro dia”, 11ª Conferência Municipal de Saúde de Gravatá, aconteceu na terça-feira (11), no auditório da Secretaria de Educação, promovida pela Prefeitura de Gravatá, por meio da Secretaria de Saúde. O objetivo e prioridade é ouvir a população, trabalhadores, gestores e usuários, e detectar quais os pontos assertivos e os que precisam melhorar.

Foram discutidos a política de forma macro que sairão propostas que irão para o Estado e para a União, voltadas às pautas de saúde do município de Gravatá, além de estabelecer propostas e soluções para fortalecer ainda mais o sistema municipal de saúde. Além da palestra realizada por Rennan Freitas, diretor geral da gestão de participação da Secretaria de Saúde do Governo do Estado.


Aproximadamente 500 pessoas participaram das escutas, foram escolhidas as prioridades que vão nortear o plano de saúde do município.


José Urbano, presidente do Conselho de Saúde, comenta a funcionalidade da Conferência Municipal de Saúde: "A gente precisa ver e avaliar como está sendo feito hoje a distribuição no SUS com o dinheiro que temos. Quando o secretário diz o que vamos fazer, temos que cuidar da nossa população não só de Gravatá como do Estado e do Brasil todo. Hoje avaliamos nosso município porque é onde estamos vivendo. O SUS que queremos é um SUS de qualidade e que atenda a necessidade da população".


A secretária de Saúde do Governo do Estado, Zilda Cavalcanti, marcou presença na XI Conferência Municipal de Saúde e ressalta a importância da sua realização: “Daí a importância de que cada município através de suas representações e que possam ser os mais plurais possíveis e que tragam realmente a visão de cada um que vive naquela localidade. Então, é muito importante que os municípios de um forma geral possam construir através das conferências essa proposta de política que vai ser consolidado na conferência estadual e depois consolidado ainda mais na conferência muncipal".


Anderson Oliveira, secretário de Saúde e representante do prefeito Joselito Gomes, fala da iniciativa da gestão municipal em realizar a conferência: “Estamos aqui reunidos buscando propostas e soluções para fortalecer cada vez mais o sistema municipal de saúde. Vale salientar que a Prefeitura de Gravatá vem investindo acima do limite prudencial necessário de acordo com a Lei Complementar 141 e investindo um valor acima do que é solicitado pela Lei, fortalecendo cada vez mais o serviço de saúde do município".


ao final do evento foram escolhidas proposta de cada eixos temáticos (oito ao total) e a votação que elegeu os 16 delegados (8 usuários, 4 trabalhadores, 4 gestores) para a Etapa Macrorregional. Durante as Etapas Macrorregionais, serão eleitos delegados (as), por Região de Saúde, para 10ª Conferência Estadual de Saúde e pré-delegados (as) para 17ª Conferência Nacional de Saúde. A Etapa Macrorregional será nos dias 08 e 09 de maio de 2023, a Etapa Estadual, 22 a 25 de maio de 2023 e a Etapa Nacional: 2 a 5 de julho de 2023.


Informações SECOM

Fotos: Nilson Silva




Anderson Oliveira, Secretário de Saúde de Gravatá

Secretária de Saúde do Governo do Estado, Zilda Cavalcanti


Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page