XXIII Chá do SERC - Exemplo de Solidariedade

14.07.2017

Olá pessoal, o SERC, instituição que assiste crianças, adolescentes e jovens com deficiência, realizou na última quarta-feira (12) seu evento anual,  o XXIII Chá Beneficente. São convidadas mulheres e homens para serem os padrinhos que formam suas mesas com afilhados. A cada ano a sociedade gravataense se dispõe em ajudar essa causa tão nobre e cresce o número de participantes.
Foi uma tarde linda e cheia de emoções, o ponto alto foram as apresentações dos adolescentes assistidos pela instituição que encantaram a todos, deixando o coreógrafo e bailarino  Wandersom José, cheio de orgulho em ver seu  trabalho com esses meninos dando frutos de sua dedicação e amor.
O SERC homenageou com muita propriedade as primeiras madrinhas que iniciaram essa  luta e que já não estão mais entre nós.
A coordenação preparou tudo com muito carinho e preencheu a tarde com muitas atrações. Tivemos além das danças, desfile da Inova Ótica e as apresentações musicais com Ed Ross, o cover de Reginaldo Rossi, o cantor  Maurício Menezes e o músico Marcelo Menezes.  A linda decoração foi assinada por Carol Albuquerque, de quem sou fã. Um um arco em formato de coração com flores brancas era a parada obrigatória para as fotos. O buffet maravilhoso com chocolate quente e muitas delícias e o cerimonial composto por Marluce e Josias Teles. E para finalizar, o bingo o qual não pode faltar. Inúmeros brindes foram doados pelos empresários da cidade.O bingo representa também um  momento de muita diversão comandado pelo  amigo Carlos Lippo com muita primazia.
O SERC mais uma vez está de parabéns por oferecer à nossa sociedade um Chá Beneficente tão organizado e participativo engrandecendo ainda mais esta Entidade!

Participei como afilhada na mesa da amiga, Cristina Duarte, aproveitei para registrar momentos e pessoas queridas que tive o prazer de encontrar por lá! Parabéns, Ana Borges, Das Dores, Teté e toda equipe SERC, o trabalho é digno de aplausos!!

 

                  Adolescentes e o pequeno Matheus, que é Autista, em um momento de muita emoção, a dança como parte do tratamento.

 

 

                                                                        Os adolescentes assistidos pela Instituição dando um show de inclusão e superação.

 

                                                                                                            Equipe SERC

 

                                                                                                       Madrinhas, padrinho e algumas mesas

 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Copyright © 2017 - verasoutomaior.com - Todos os direitos reservados

Desenvolvido por Viva Comunicação PE