top of page

UNINASSAU firmou acordo para realização de mutirão carcerário


O UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau, em Caruaru, por meio do curso de Direito, firmou Acordo de Cooperação Técnica com a Defensoria Pública e Secretaria de Ressocialização do Estado para dar cerelidade aos processos dos reeducandos da Penitenciária Juiz Plácido de Souza, localizada no município. A ideia é fazer com que processos, que em alguns casos demoram anos para serem sentenciados, possam ser finalizados.


A Penitenciária sofre com a superlotação de presos, bem como os processos que aguardam meses até passarem por um julgamento. Atualmente, no local, existem 1889 homens, porém 1.028 ainda aguardam pela sentença. O objetivo do mutirão é dar celeridade aos processos com foco nos presos provisórios e, assim, promover o desencarceramento de forma responsável


“Nossos alunos, sob a supervisão dos professores e advogados, irão participar desse mutirão e unir teoria e prática, em um único objetivo, o de diminuir esses processos, bem como a população carcerária da Penitenciária”, destaca a coordenadora do curso de Direito da UNINASSAU, professora Teresa Tabosa. O mutirão aconteceu no dia 3 desse mês e volta a ser realizado nesta terça-feira dia 8, na sede da Penitenciária.





Comentarios

Obtuvo 0 de 5 estrellas.
Aún no hay calificaciones

Agrega una calificación
bottom of page